(41) 99909-0432 | nutricionista@saudeeprazer.com.br

Propriedades das frutas oleaginosas

OleaRicas em gorduras mono e polinsaturadas, capazes de reduzir os níveis do colesterol ruim do sangue (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL), as oleaginosas ajudam, por exemplo, a impedir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e, de quebra, dão sensação de saciedade. As oleaginosas são também altamente calóricas, por isso é preciso muito cuidado para não exagerar na quantidade ingerida.

Nozes

O consumo de nozes auxilia no tratamento da diabetes e da hipertensão. O resveratrol, encontrado no vinho tinto e associado à prevenção de males do coração, também existe nas nozes. Os ácidos graxos ômega 3 e 6, assim como os fitoestrogêneos da soja também estão nas nozes.

Esta fruta da nogueira contém nutrientes poderosos, que podem ajudar a reduzir, por exemplo, o risco do mal de Alzheimer e ajudam a prevenir o infarto do miocárdio. Os poderes da fruta devem-se a vitamina E, um importante antioxidante, além de alfa-tocoferol.

As macadâmias, comparadas com as outras três nozes, têm a maior quantidade de gorduras mono-insaturadas, igual às encontradas no óleo de oliva. Fonte de ômega 7 e vitaminas A, B1, B2, B5, B6, C e E, niacina, ácido fólico, potássio, fósforo, magnésio e cálcio.

 

A noz pecã é fonte de ômega 6 e 9, fósforo, cobre, zinco e tiamina os antioxidantes presentes nas nozes, especialmente o gama-tocoferol, melhora o funcionamento pulmonar e reduz os danos das toxinas inaladas.

Castanha-do-Pará
Também conhecida como castanha – do- Brasil, é capaz de suprir a necessidade diária de selênio no nosso organismo. Outros benefícios desta fruta vêm das suas propriedades preventivas na cardiomiopatia, doença do miocárdio associada com disfunção cardíaca. Também melhora o sistema imunológico, equilibra a atuação dos hormônios da tireóide e é poderoso antioxidante, fonte de vitamina E e ácido fólico.

 

Avelã
Fruta de semente comestível e sabor levemente adocicado, a avelã é bastante calórica, possuindo grande quantidade de óleo. Por outro lado, é um alimento excelente devido à presença de vitamina C, fibra celulose e caroteno. As avelãs ficam mais nutritivas se forem trituradas no liquidificador. Devido à presença do ácido fólico (vitamina B9), são recomendadas para melhorar a memória, a hipertensão e nas anemias carenciais.

Pistache
Quanto mais verde, mais apreciado o seu sabor suave. É rico em lipídios, minerais, fibras, proteínas, vitaminas, ácido graxo polinsaturado e fitosterol, substância associada à redução do nível do colesterol e aliada na prevenção de certos tipos de câncer. É fonte de muitos nutrientes importantes: cálcio cobre ferro, magnésio, fósforo, potássio, selênio, zinco e vitaminas A, B-1 (tiamina), B-6. O produto também é rico em fibra, sendo que uma porção de pistache tem mais fibras do que meia xícara de brócolis ou espinafre.

Amêndoa doce É muito rica em gorduras do bem, proteínas, fibras, ácido fólico, niacina fósforo, ferro, cálcio e vitaminas do complexo B. O seu óleo de amêndoas é rico em vitaminas A e B, substâncias naturais que ajudam no rejuvenescimento da pele. Atenção: a semente de amêndoa doce é a única que pode ser aproveitada para consumo. Não deve ser confundida com a amarga, que contém ácido cianídrico e pode causar intoxicação.

Castanha-de-caju

Elas são ricas em proteínas, calorias, lipídios, carboidratos, fósforo, ácido fólico, vitamina E e ferro. Sua ação antioxidante é poderosa. Além de combater os radicais livres, a castanha-de-caju também fortalece os ossos devido às suas proteínas. É benéfica nos quadros de depressão, pressão alta e alterações intestinais.

O zinco, presente especialmente na castanha-do-pará e de caju, tem papel fundamental na produção de glóbulos brancos; magnésio, encontrado na maioria dessas castanhas, ajuda a controlar a pressão e a reduzir sintomas da tensão pré-menstrual; sem falar no potássio, que dá uma mãozinha ao desenvolvimento dos músculos.

 

Autor

Comentar

*